Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

11/05/2016

Pela segunda vez, embarques totais de carne de frango superam as 400 mil/t mensais

​Em abril, o bom desempenho nos embarques de carne de frango in natura (378.674 toneladas, segundo maior volume da história) repetiu-se com os industrializados de frango e a carne salgada (34.082 toneladas, um dos maiores volumes já embarcados). Com isso, além de alcançar-se o segundo maior volume global já exportado, superaram-se – também pela segunda vez – as 400 mil toneladas mensais.

As (cerca de) 412,8 mil toneladas de carne de frango exportadas em abril representaram aumento de quase 4% sobre o mês anterior e de 25% sobre o mesmo mês do ano passado. Ficaram aquém, apenas, das 440,5 mil toneladas registradas em julho de 2015. Mas esse “aquém” foi apenas nominal, pois, considerado o número de dias úteis de um e outro mês, o volume diário embarcado em abril/16 (20 dias úteis) foi quase 8% superior ao de julho/15 (23 dias úteis).

Independente disso a realidade é que o volume acumulado em 4 meses apresenta evolução de mais de 15% sobre idêntico período do ano passado, sinalizando embarque anual da ordem de 4,3 milhões de toneladas. Mas como as exportações do primeiro quadrimestre tem sido, normalmente, as menores do ano, esse volume tende a ser ultrapassado. Historicamente (média dos últimos 16 anos), no período se exporta 30,73% do total anual, ficando 34,21% e 35,06% para o segundo e terceiro quadrimestres.

A par do bom desempenho nos volumes, ressalta nas exportações de carne de frango a recuperação (lenta, mas contínua) da receita cambial – ainda que os preços médios do produto permaneçam visivelmente abaixo dos registrados em 2015. Assim, o acumulado no ano se encontra apenas 2% aquém do alcançado em idêntico período do ano passado e pode ser revertido ainda no primeiro semestre. Já o recuo em 12 meses, de 8,23%, corresponde ao menor índice registrado desde dezembro de 2015.​​

Fonte: