Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

30/05/2016

Soja bate mais um recorde de preço: R$ 92,50/saca

Mercado brasileiro do grão segue batendo o preço do dia anterior no Porto de Paranaguá. A soja não para de subir no mercado brasileiro. Na volta do feriado, a oleaginosa registrou mais um recorde histórico. Nesta sexta-feira, dia 27, a saca no Porto de Paranaguá, um dos principais para o escoamento da soja para o exterior, está valendo R$ 92,50.

Segundo a consultoria Safras & Mercado, a alta foi motivada pela combinação de dólar firme na maior parte do dia e de bons ganhos na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT). Apesar dos preços mais altos, a movimentação foi limitada.

A consultoria afirma que os produtores negociaram bons volumes na quarta e, bem capitalizados, optaram por ficar de fora dos negócios. A expectativa agora é saber até onde há espaço para a alta nas cotações domésticas. A meta é R$ 100,00.

Soja na Bolsa de Chicago (CBOT) (US$ por bushel)

Julho/16: 10,86 (+6,75 centavos)

Agosto16: 10,83 (+5,75 centavos)

Setembro/16: 10,67 (+5,75 centavos)

Novembro/16: 10,56(+5,75 centavos)

 

Grãos


Dia de negociações mistas no mercado internacional. O milho segue com demanda firme e os preços não demonstram sinais de queda na Bolsa de Chicago. Já o trigo sofreu um pequeno ajuste de preços após a forte alta de quinta-feira. Na Bolsa de Mercadorias de Nova York, o café também não sofreu fortes oscilações.


Milho na Bolsa de Chicago (CBOT) (US$ por bushel)

Julho/16: 4,12 (+4,50 centavos)

Março/17: 4,20 (+3,50centavos)


Trigo na Bolsa de Chicago (CBOT) (US$ por bushel)

Julho/16: 4,80 (-0,50 centavos)

Março/17: 5,22 (-1,75 centavos)


Café em Nova York (centavos por libra-peso)

Julho/16: 121,30 (-0,20 pontos)

Dezembro/16: 128,70 (- 0,20 pontos)

Dólar


Na volta do pregão regular na BM&FBovespa, o dólar valorizou 0,59% ante o real e encerrou o dia cotado a R$ 3,610. O motivo foi a declaração da presidente do Federal Reserve (FED), o Banco Central dos Estados Unidos, Janet Yellen, de que se a economia norte-americana continuar a melhorar, “será apropriado subir os juros básicos nos próximos meses”. O índice Bovespa fechou em queda com a piora do cenário político do país. O Ibovespa caiu 0,87%, nos 49.051 pontos.
Autor:
Rikardy Tooge

Fonte: