Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

06/06/2016

Mercado em Chicago tem fortes altas nesta 2ª feira com novas chuvas na Argentina

A semana começou aquecida para o mercado da soja na Bolsa de Chicago. Na sessão desta segunda-feira (6), por volta das 7h40 (horário de Brasília), as posições mais negociadas subiam entre 19 e 22,75 pontos, com o julho/16 sendo cotado a US$ 11,53 por bushel. Já o novembro/16, que é referência para a safra americana, vinha sendo negociado a US$ 11,04. 

De acordo com informações de agências internacionais, novas chuvas chegam à Argentina, comprometendo ainda mais a safra 2015/16, que já está menor diante das perdas causadas nos últimos meses pelo excesso de umidade. Dessa forma, analistas acreditam que as exportações argentinas possam também ser reduzidas, atraindo a demanda pelos fornecedores alternativos, principalmente os Estados Unidos, já que, no Brasil, a comercialização desta temporada já está bastante adiantada. 

Além disso, a demanda mundial pela soja da nova safra norte-americano, ainda de acordo com analistas, também dá sinais de fortalecimento e ajuda a puxar os preços na Bolsa de Chicago. 

E o movimento de alta nesta segunda-feira se estende por todo o complexo soja. Ainda na CBOT, sobem também os futuros do farelo - com o julho/16 cotado a US$ 422,30 por tonelada curta - e do óleo. Além disso, o dia é positivo também para as demais commodities agrícolas e também o petróleo que, na manhã de hoje, subia mais de 1% na Bolsa de Nova York, sendo mais um fator de ganho para as cotações da oleaginosa e seus derivados. 

Ainda nesta segunda, chegam ao mercado internacional dois novos reportes do USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), sendo um do embarque semanal de grãos - no início da tarde - e um de acompanhamento de safras, a ser reportado somente às 17h (Brasília), após o fechamento do pregão na CBOT.

Fonte: