Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksDuPont Pioneer / Media Center / Notícias

Notícias

26/09/2017

Tratamento de sementes, ataque inicial de pragas e proteção da cultura da soja nas safras 2015-16 e 2016-17

Ensaios a campo conduzidos pela equipe técnica da DuPont Brasil Proteção de Cultivos e por pesquisadores de universidades e centros de estudos, realizados nas safras 2015-16 e 2016-17, comprovam que essa técnica permite controlar com eficiência ao ataque inicial de pragas de solo e pragas foliares. Esses trabalhos, focados sobretudo na associação entre a tecnologia Bt e o inseticida de ponta DuPont Dermacor®, trouxeram resultados relevantes ao produtor da oleaginosa, dos quais trataremos a seguir. Observamos, por exemplo, que o tratamento de sementes protege plântulas durante todo o processo de germinação, emergência e estabelecimento do ‘stand’ da cultura da soja. Notamos ainda, especialmente, que a integração entre a biotecnologia e o manejo integrado de insetos potencializa o desempenho de inseticidas, ao mesmo tempo que ajuda a manter eficazes os traits de organismos geneticamente modificados disponíveis no mercado nacional.

Ao longo da pesquisa empreendida pela companhia, a performance do produto DuPont Dermacor® sobre a soja Bt foi estudada em diversas situações a campo, e comparada ao tratamento padrão do produtor ou padrão comercial. DuPont Dermacor® revelou resultados superiores no controle de pragas de solo e foliares da​ soja Bt. Concluímos que características específicas de Dermacor®, como a rápida absorção pela semente no processo de germinação, favoreceram a proteção e a manutenção do ‘stand’ da soja já nas fases iniciais do desenvolvimento da lavoura, protegendo-a, principalmente, contra o ataque das lagartas-elasmo (Elasmopalpus lignoselus) e coró (Phyllophaga cuyabana). Na fase de desenvolvimento das plântulas, Dermacor®, translocado via xilema para a parte aérea da planta, resultou no amplo espectro de controle das lagartas Spodoptera frugiperda, Helicoverpa armígera e Anticarsia gemmatalis. Dermacor® age paralisando a alimentação dessas lagartas de forma rápida, reduzindo os danos às lavouras.

A figura 1 destaca o desempenho superior de Dermacor® sobre a população de plantas. O produto mostrou performance 10% superior na comparação ao tratamento do produtor, na média das duas últimas safras. A figura 2 confirma o ganho de produtividade obtido pelo produtor que usou Dermacor®, comparado ao tratamento padrão. Note que a soja Bt protegida por Dermacor® teve produtividade média de 67 sacas por hectare, ou seja, duas sacas a mais por hectare do que o padrão de mercado. O controle superior da lagarta elasmo, uma das mais danosas à sojicultura, está registrado na figura 3. As sementes Bt tratadas por Dermacor® receberam, em média, proteção três vezes maior – a análise considera a quantidade de plantas atacadas pela praga em áreas de 10 metros quadrados. A figura 4 indica que nas lavouras de soja Bt tratadas pelo ‘padrão do produtor’ foram encontradas, em média, oito larvas a mais de coró por metro quadrado. Já a figura 5 evidencia a infestação de Spodoptera frugiperda e o controle diferenciado obtido no tratamento com Dermacor®. O produto manteve a cultura mais protegida por até 28 dias, após a emergência da planta.





 

Além dos campos experimentais observados nas safras 2015-16 e 2016-17 da oleaginosa, a DuPont Proteção de Cultivos realiza estudos frequentes envolvendo seu produto nos centros de pesquisas de Wilmington, nos Estados Unidos e Paulínia, cidade do interior do Estado de São Paulo. Cientistas da empresa descrevem o inseticida para tratamento de sementes Dermacor® como uma das grandes inovações recentes da agricultura mundial. Trata-se de uma tecnologia de última geração, capaz de fortalecer o vigor da lavoura e a rentabilidade ao sojicultor brasileiro. Dermacor® funciona ainda como uma ferramenta altamente eficiente à prática do manejo de resistência da soja Bt às principais lagartas que atacam a cultura no Brasil.

Fonte: