Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

12/11/2013

Plantio da soja atinge 86% da área projetada em MT

O plantio da soja continua avançando em Mato Grosso. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontou no boletim de acompanhamento, divulgado esta tarde, que a semeadura já atinge 86% dos pouco mais de 8,5 milhões de hectares projetados.  É destacado contraste na evolução em regiões como Médio-norte e Nordeste, que apresentam 42 pontos percentuais (p.p) de diferença na área semeada, “e também entre municípios de uma mesma região, com exemplo de Sinop e Sorriso, que apresentam 86% e 99,5% respectivamente”.
 
Segundo o instituto, “a principal justificativa para esta diferença são as precipitações ocorridas em cada local, que favorecem ou atrapalham os trabalhos no campo. Para as próximas duas semanas são esperados 175 mm de chuva para Sinop, concentrados principalmente entre os dias 16 e 19/11. Em Rondonópolis e Campo Novo do Parecis o acumulado esperado até o dia 22/11 é de 134 e 193 mm, respectivamente, concentrados principalmente entre os dias 15 e 19/11”.

Em relação aos preços no mercado interno mato-grossense, de acordo com Imea, a entrega para fevereiro do ano que vem e pagamento em março apresentaram alta semana passada.  “A média semanal estadual foi de R$ 46,80/sc, apresentando maior média diária na sexta-feira (8), de R$ 47,93/sc. No município de Sinop a variação em relação à semana anterior foi de 7,3%, e o preço registrado para a última sexta-feira (8) foi de R$ 44,54/sc. Em Lucas do Rio Verde a saca da soja encerrou a semana cotada a R$ 47,00, já Canarana apresentou preço R$ 0,65 inferior ao do início da semana, fechando a R$ 48,00/sc”.
 
No mercado futuro, “após ter a pior cotação desde 13 de agosto deste ano, o contrato com vencimento para março de 2014 na Bolsa de Chicago fechou a semana com quase 40 pontos de alta, cotado a US$ 12,76/bushel. O contrato com vencimento para janeiro do mesmo ano também teve elevação e fechou cotado a US$ 12,96/bushel, alta na semana de quase 30 pontos”.
 
Fonte: