Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

27/11/2013

Comercialização de soja no Paraná chega a 20%

Preços estão atrativos, pois recuperação da safra americana não foi suficiente para suprir os estoques mundiais, ainda em baixa
 
A venda antecipada de soja referente ao ciclo 2013/14 chegou a 20% na semana passada no Paraná. Apesar do volume negociado ser 15% inferior no comparativo com o mesmo período do ano passado, o comércio antecipado do grão segue aquecido, segundo avalia Marcelo Garrido, economista do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab). "No ano passado, a venda foi mais intensa devido à quebra da safra americana, que elevou o preço da commodity, estimulando a comercialização", explica.
 
Mesmo com a comercialização um pouco atrasada em relação à safra passada, Garrido afirma que as vendas estão dentro da média. "Neste ano, o produtor está um pouco mais cauteloso, mesmo com o preço da oleaginosa aquecido", sustenta. Ele completa que a recuperação da safra americana este ano não foi o suficiente para suprir os estoques mundiais, que encontram-se em baixa. "O ano passado foi atípico, por isso a comercialização foi mais alta no período", lembra o economista.
 
O preços pagos ao produtores paranaenses continuam bem atrativos, avalia Garrido. Na última sexta-feira, o valor médio da saca no Paraná fechou em R$ 66, contra R$ 67,17 registrado em novembro do ano passado e R$ 64,10 contabilizado em outubro de 2013. "Além dos bons preços, o clima está contribuindo muito com a safra", comemora Garrido.
 
No ciclo 2013/14 o Paraná destinou para a oleaginosa uma área de 4,87 milhões de hectares, 4% a mais se comparado ao ciclo anterior. Em produção, a estimativa do Deral é de que sejam produzidas no Estado 16,35 milhões de toneladas do grão, 3% superior ao contabilizado na safra 2012/13, quando as lavouras paranaenses chegaram a produzir 15,82 milhões de toneladas.
 
Brasil
 
A consultoria Safras & Mercado divulgou na semana passada que o percentual de comercialização da oleaginosa no País, com base em dados recolhidos até 14 de novembro, chegou a 33%. Segundo dados da consultoria, em igual período do ano passado, a comercialização envolvia 48%. Em relação ao último relatório divulgado pela Safras no dia 4 de outubro, o acréscimo foi de 1%.
 
O levantamento da consultoria aponta também que 73% da área projetada estava semeada até 14 de novembro. Em igual período do ano passado, os produtores já haviam plantado 66%, enquanto a média histórica é de 64%.
 
Segundo os consultores da entidade, os trabalhos estão mais avançados em Mato Grosso do Sul, onde 99% da área já está semeada, contra média de 85% para o período. No Mato Grosso, o plantio é de 97%, contra média de 85%. No Paraná, 89% da área foi plantada, contra 84% de média.
 
Fonte: