Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

29/11/2013

Vacinação contra febre aftosa termina amanhã em MT

Termina amanhã (30) o prazo para os pecuaristas de Mato Grosso imunizarem o rebanho bovino e bubalino contra a febre aftosa. Até o dia 10 de dezembro, a vacinação deve ser comunicada ao Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea). A exceção se aplica apenas ao rebanho concentrado nas propriedades do Pantanal mato-grossense, onde o prazo de vacinação e comunicação da imunização se estende até 16 de dezembro.

A expectativa é imunizar um total de 28,651 milhões de bovinos em aproximadamente 100 mil propriedades rurais em todo o território mato-grossense. De acordo com o médico veterinário e responsável pelo Programa de Prevenção e Erradicação da Febre Aftosa do Indea, João Marcelo Brandini Néspoli, o trabalho de vacinação avança normalmente no Estado. Ele acrescenta, no entanto, que aos pecuaristas que não vacinarem contra a aftosa, será aplicada
multa no valor correspondente a 2,25 Unidades de Padrão Fiscal (UPF) por cabeça, o que representa R$ 230,28.

Como a vacinação é obrigatória, o Indea irá acompanhar o trabalho de imunização desses animais que não receberam a dose da vacina durante o período de vigência da campanha. Para os pecuaristas que vacinaram e não comunicaram ao Indea caberá penalidade administrativa, com proibição de transportar os animais durante 30 dias.​

Como relatou o pecuarista Guilherme Nolasco, a vacinação de 1,250 mil cabeças de gado está sendo concluída. “Comecei faz tempo e fui trabalhando devagar, utilizando toda a mão de obra disponível na fazenda”. Segundo a Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), a estimativa é que os pecuaristas mato-grossenses desembolsem R$ 45 milhões para imunizar o rebanho, incluindo os custos com o manejo, mão de obra e vacina.
 
Fonte: