Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

04/12/2013

Lideranças defendem agroindustrialização e novos modais no MT

Mato Grosso precisa investir num audacioso programa de agroindustrialização e, simultaneamente, na superação dos gargalos da logística de transporte através dos modais ferroviário e hidroviário. A tese foi defendida pelo deputado José Riva (PSD), ontem, na abertura do 1° Seminário "Cenários Estratégicos de Mato Grosso", promovido pela Assembleia Legislativa, em Cuiabá. O evento reuniu representantes da classe política, dos segmentos produtivos, empresários, gestores públicos e privados, economistas e profissionais de diferentes áreas do conhecimento para analisar os cenários sociais e econômicos do estado e suas perspectivas.

O público presente teve a oportunidade de debater questões vitais para o desenvolvimento de Mato Grosso com especialistas renomados como o diplomata João Carlos Parkinson de Castro, do ministério das Relações Exteriores (Itamaraty), o conselheiro comercial da Embaixada da China no Brasil, Wang Qingyuan e o técnico de Planejamento e Pesquisa do Instituto de Pesquisa Aplicada (Ipea), Carlos Wagner de Albuquerque Oliveira.

Idealizador do seminário, o deputado José Riva ressaltou que o debate pretende alertar os gestores públicos e privados sobre a necessidade de investir no planejamento estratégico e na superação dos entraves gerados pela falta de logística e infra-estrutura de produção e comercialização.

"O Brasil valoriza pouco o planejamento e hoje o estado paga um alto preço pela imprevidência, pois os benefícios do crescimento econômico ainda não chegam à maioria da população. Por isso estamos estimulando o debate com a sociedade e apresentando alternativas viáveis para a reprogramação estratégica do desenvolvimento estadual", disse.

Iniciativas concretas - Em sua palestra sobre os cenários logísticos na economia de Mato Grosso, o deputado citou iniciativas já em andamento como o projeto de sua autoria que pretende viabilizar a ligação ferroviária entre Mato Grosso e o Pará, integrando e viabilizando uma grande região produtiva a partir do Vale do Araguaia.

"Esta ferrovia, que em breve deve ser incluída no Plano Nacional de Viação Ferroviária, é uma alternativa concreta para viabilizar o escoamento e aumentar a competitividade da produção agrícola e mineral dos dois estados. Além disso, encurtará em 10 mil km o trajeto da safra pela via marítima, além de desafogar os portos do sul do país e evitar o entupimento das rodovias com milhares de caminhões", exemplificou. Riva disse ainda que Mato Grosso não pode fugir do debate sobre outros modais como a hidrovia. “Não podemos abrir mão desta alternativa, que vem sendo barrada em Mato Grosso por pressões internacionais e de cunho ambiental sem qualquer sustentação técnica”, lamentou.

Outro projeto que já está sendo discutido no parlamento estadual e que pode contribuir decisivamente na recuperação econômica de Mato Grosso é o que cria a Lei de Eficiência Pública (LEP), cuja minuta está sendo avaliada pelos deputados estaduais. A nova legislação proposta pelo deputado Riva está embasada nas recomendações do economista Paulo Rabelo de Castro, autor de um estudo que analisa o desempenho da economia de MT, a política tributária atual e os programas de incentivo, além da evolução dos gastos públicos e as perspectivas de elevar a capacidade de investimento do Estado.

O parlamentar destacou que Mato Grosso é um estado potencialmente rico, mas não realiza todas as suas possibilidades em função desta falta de planejamento e da ausência de políticas públicas adequadas, além da dificuldade de obter a complementariedade das ações no plano municipal, estadual e federal. “A agricultura, a pecuária, a mineração, o setor de base florestal e o turismo, convenientemente estimuladas, podem triplicar o PIB de Mato Grosso em poucos anos. Com planejamento e uma logística adequada de industrialização da produção, armazenamento e transporte, Mato Grosso assumirá um papel cada vez mais relevante no cenário nacional e internacional com benefícios a toda a comunidade e a melhoria das condições de vida da população, que é o objetivo maior de todas as políticas econômicas”, disse Riva.

O seminário teve a mediação da jornalista Mônica Waldvogel, que elogiou a iniciativa da Assembleia Legislativa, através do deputado Riva, de abrir esta discussão sobre o futuro de Mato Grosso. “Pensar o futuro do estado através da análise e do debate de todos os cenários atuais e projetados é com certeza a melhor solução para a superação das dificuldades atuais”, disse a jornalista e apresentadora.
Fonte: