Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

10/12/2013

Soja tem plantio atrasado devido as culturas de inverno em Guarapuava (PR)

Na reta final para o plantio da safra de verão, os produtores aproveitam os dias de sol para terminar de plantar a soja. A estimativa do Deral (Departamento de Economia Rural) da Seab (Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento) é que 95% da soja da região de Guarapuava já esteja no campo, mas com a chuva dos últimos dias os produtores encontram dificuldade para terminar o plantio.

O atraso é estimado em dez dias, prazo em que demorou a sair do campo a safra de inverno. “Os locais mais tardios são justamente onde estavam as lavouras de trigo e cevada que foram colhidas há poucos dias”, apontou o presidente do Sindicato Rural de Guarapuava, Rodolpho Luiz Werneck Botelho. Se não fossem as precipitações do final de semana, em cinco dias o plantio estaria encerrado, segundo previsão do presidente do Sindicato Rural.

Segundo o engenheiro agrônomo do Deral, Josnei Augusto da Silva Pinto, até o momento não é possível informar se pode haver uma redução na produtividade em virtude do plantio mais tarde. Ele ainda justificou com o exemplo da última safra de inverno. Este ano os produtores demoraram a plantar em virtude das chuvas de junho, entretanto mesmo com os eventos climáticos a safra está sendo recorde. “Sabemos que a soja plantada em novembro se desenvolve melhor e produz mais que a de dezembro. Mas se as condições climáticas continuarem favoráveis, poderemos ter uma produção normal”, destacou.

Botelho alertou para os produtores ficarem vigilantes no desenvolvimento da cultura. Além de observar o aparecimento de insetos e doenças, o agricultor precisa saber dosar a aplicação de defensivos, para não aumentarem os custos. Ele explicou que apesar de a soja estar e ter a previsão de se manter com preço estável, o preço dos produtos agrícolas aumentou. “Não se pode aplicar sem ter precisão. É preciso sim ficar de olho e prevenir, mas não ter um custo aumentado sem ter real necessidade”.

Segundo a Seab, a estimativa de área plantada de soja, na região de Guarapuava, é 5% maior que o período anterior. Em 2012/2013, foram cultivados 220,1 mil hectares; em 2013/2014, 231 mil já devem ser plantados com soja. A produção deve subir 3%, com 773,8 mil toneladas; e a produtividade deve ficar em 3,35 mil toneladas por hectare.
 
Autor:
Mariana Rudek

Fonte: