Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

02/01/2014

Ano em que a "safrinha" produziu a maior safra de milho da história de MS

Um ano que marcou de vez o fim da safrinha de milho em Mato Grosso do Sul. O nome pode até continuar sendo usado por quem atua no campo, mas a realidade agora é de uma supersafra do grão. Somente neste ano, cerca de 6,9 milhões de toneladas de milho foram colhidas no Estado, um recorde absoluto, que mostra a força do campo, mas também apresenta novos desafios para 2014.

Em 2013, a produção de milho safrinha cresceu 29,5% em relação ao ano passado, quando foram colhidas 6,1 milhões de toneladas, segundo a Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja). Um ano beneficiado pelo tempo, com clima propício e sem geada na região Sul, historicamente prejudicial aos bons números de MS.

Junto com a celulose e a soja, ainda líder no Estado, MS se solidificou ainda mais no campo brasileiro.

A supersafra do milho e a valorização do dólar ajudaram os produtores a enfrentarem um quadro mundial pouco favorável à Mato Grosso do Sul. Com status de commodity, o grão tem como parâmetro a economia de todo o globo, em especial a do Estados Unidos. E a recuperação das safras americanas não foi nada boa para os produtores regionais.

Depois de um 2012 com o preço da saca do milho chegando aos R$ 25 na praça de Campo Grande, e ainda mais no porto de Paranaguá (PR), impulsionado pela safra abaixo do esperado nos Estados Unidos, 2013 foi um ano de preços mais moderados.

Com a produção americana normalizada, a maior oferta no mercado derrubou o preço da saca do grão para R$ 18,60, uma queda de 25,6%. Nada que altere a boa expectativa do milho no Estado, que deve seguir ritmo intenso de crescimento na próxima safrinha, ou, na próxima supersafra.
Autor:
Vinicius Squinelo

Fonte: