Skip Ribbon Commands
Skip to main content
Navigate Up
Sign In
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Media Center / Notícias

Notícias

30/01/2014

Porto de Paranaguá carrega três primeiros navios de soja da safra 2013/14

Um navio começou a carregar no último final de semana e já zarpou. Outros dois carregam desde segunda-feira (27). As embarcações operam no Corredor de Exportação e devem receber, em média, 60 mil toneladas do grão, cada

Os primeiros navios de soja começam a ser carregados no Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá. Ao todo, são três embarcações com carga fechada, num total de 187,4 mil toneladas do grão. Uma dessas atracou no último domingo (26), carregou e já partiu, cheia ontem (28). Os outros dois atracaram na segunda-feira (27), no final do dia, e estão programados para deixar o porto rumo à China nestas quarta (29) e quinta-feira (30).

O primeiro navio a atracar e carregar o produto foi o Okeanos Bliss, no berço 213. Este carregou do último domingo (26) até terça-feira (28), quando também partiu para a China carregado com mais de 62 mil toneladas de soja. 

Na sequência, na última segunda-feira (27) à noite, o Corredor de Exportação recebeu os navios Mastro Nikos, no berço 212, que chegou no último dia 23, para carregar 63 mil toneladas de soja; e o navio Tai Promotion, que, no berço 214, carrega 62,3 mil toneladas do grão - o equivalente a mais de 2.076 caminhões (com capacidade de 30 toneladas).

“Como previsto, a soja já começa a chegar em Paranaguá. O campo ainda está colhendo e nós estamos esperando, e nos preparando, para esse fluxo que, a partir de agora, começa a ficar mais intenso”, afirma o superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Luiz Henrique Dividino. 

Como lembra Dividino, a carga dos três navios foram compostas por quatro terminais que atuam no Corredor de Exportação. “Esta é a peculiaridade do carregamento de grãos no Porto de Paranaguá. O nosso modelo, em sistema de pool, único no país e garante agilidade nas operações. A carga pode ser embarcada ao mesmo tempos nos três berços e permite que um mesmo navio receba carga de diferentes produtores e terminais”, comenta.

A previsão é que o navio Tai Promotion complete a carga e deixe o Porto de Paranaguá nesta quarta-feira (29). O Mastro Nikos está previsto para desatracar amanhã (30).

Este ano, até a última terça-feira (28), o pátio de triagem do Porto de Paranaguá recebeu 16.814 caminhões de graneis solidos de exportação. Desses, 8.427 de soja. O produto que já chegou a Paranaguá teve origem, na maioria, nos estados do Paraná, Mato Grosso, Goiás e Santa Catarina. Além desses estados, os de Mato Grosso do Sul e São Paulo também já enviaram soja a Paranaguá – num total de quase 313 mil toneladas. 

16 MILHÕES DE TONELADAS - De acordo com o Departamento de Economia Rural da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento, o Brasil deve colher em 2013/2014 uma safra de 90,33 milhões de toneladas de soja - quase 11% a mais que o volume colhido na safra anterior. Desse total, mais da metade é destinada à exportação.

O Paraná, segundo Estado produtor do país, depois do Mato Grosso, deve colher cerca de 16,5 milhões de toneladas do produto, destinando aproximadamente a mesma porcentagem do país para o comércio exterior. Como o Paraná é o principal Estado de origem dos grãos exportados pelo Porto de Paranaguá, a estimativa dos operadores portuários é que o volume deste ano atinja a 10 milhões de toneladas. O escoamento, que começou em janeiro, deve se intensificar bastante em fevereiro. A previsão é que neste ano a movimentação seja intensa até outubro.
Fonte: