Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Navegar para Cima
Logon
Você está em: Skip Navigation LinksInício / Blog / ViewPost

Silagem: produção de leite planta a planta

06
jul
2020
Silagem

“Quantos litros de leite uma planta (de milho) pode produzir?” Como assim, planta produz leite? Calma, neste artigo vamos explicar este conceito.

Quando falamos em produção leiteira lembramos da alimentação (dieta) fornecida aos animais, além também, de ser esta a maior porção do custo de produção.

Um dos principais constituintes da dieta animal é a silagem de milho, ingrediente de menor custo de produção ou que, pelo menos, deveria ser. Isto porque, infelizmente, a produtividade média nacional de silagem por área é muito baixa, havendo vários fatores que podem contribuir para este resultado negativo, como o nível de investimento, o manejo, os problemas de plantio e a colheita fora do ponto ideal.

Uniformidade das plantas

Nas vezes em que comparamos lavouras de diferentes potenciais produtivos, um dos aspectos que mais chama a atenção é a uniformidade de plantas. As lavouras de alto potencial apresentam plantas de altura e tamanho de espigas muito semelhantes.

Já nas lavouras de baixo potencial, normalmente elas são compostas de plantas muito desuniformes e com espigas diminutas (imagem 1). Esta observação de campo nos leva ao conceito da importância que cada planta tem na produção e na qualidade forrageira.


Imagem 01. Desuniformidade de plantas decorrente de atraso de emergência.

Pesquisas e resultados

Para exemplificar isso, desenvolvemos um trabalho de campo na safra 2019/20 com objetivo de medir a importância da uniformidade de plantas, no qual comparou-se tratamentos de plantas com estabelecimento uniforme versus situação com 1/3 das plantas apresentando emergência lenta, de aproximadamente 10 dias.

Essa emergência lenta é observada com frequência nos plantios de safra verão no sul do Brasil, decorrente de problemas de plantio, do solo frio, da profundidade de sementes desuniformes, dos bolsões de ar próximo a semente, dos torrões sobre a semente decorrente de plantio em solo muito úmido ou muito seco, entre outros.

O tratamento com 1/3 de plantas atrasadas resultou em uma redução de 13% na produtividade forrageira (MS.ha-1), o que é muito decorrente da desuniformidade de plantas.

As plantas atrasadas apresentaram peso verde final, no momento da ensilagem, em média, 28% mais inferiores que as de emergência normal (imagem 2).


Imagem 02. Resultados de produtividade e qualidade forrageira. Trabalho conduzido por José Madaloz, Samuel Dalló e Erick Pellizzari (Agronomia Sul, 2020).

No entanto, além de menor produtividade, a qualidade forrageira reduziu em 63 kg leite.ton MS-1 (imagem 3).


Imagem 03. Qualidade forrageira oriunda dos diferentes tratamentos, Agronomia-Sul, 2020.

Conclusão

Respondendo a pergunta do início, e conforme os resultados do trabalho, as plantas uniformes resultaram em uma estimativa de produtividade de leite na forragem de 0.7 kg leite por planta, e nas plantas atrasadas este valor foi reduzido em 38%.

Estes resultados demonstram a importância de conduzirmos lavouras da melhor forma possível, pois boas lavouras são construídas desde o plantio e vão impactar diretamente na produção leiteira quando o assunto é silagem.

Ficou com alguma dúvida? Conte para nós nos comentários abaixo! :)

por José Carlos Cazarotto Madalóz
Engenheiro Agrônomo pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), com mestrado em Produção Vegetal (UTFPR). Desenvolve trabalhos de manejo e acompanhamento de lavouras com objetivo de incremento de produtividade com melhor uso de recursos da propriedade e conhecimento dos materiais (milho e soja). Faz parte do time de Agronomia da Corteva Agriscience™ participando dos projetos de avaliação, avanço e caracterização de novos híbridos de milho e cultivares de soja.
1833 visualizações
 

 Comente

 
Nome  *
E-mail  *
Estado  *
Cidade  *
Código de segurança  *

Comentário  *
* Campos Obrigatórios
Atenção:

• Todos os comentários feitos neste Blog passam pela moderação de administradores e assim que possível serão publicados.

• Lembramos que os comentários postados são de responsabilidade do usuário e não representam necessariamente a posição da DuPont Pioneer sobre o assunto em discussão.

  • Comentários (2)

Rutiele Rickes

8/7/2020 11:35:29
Bom dia, gostaria de saber se teria como me enviar o trabalho completo desta pesquisa? Desde já, grata!
José Carlos Madalóz
17/7/2020 14:41:29
Olá, Rutiele! Obrigado pelo comentário e interesse no artigo. Os departamentos de Marketing e Agronomia estão trabalhando no desenvolvimento de um book, que irá conter os trabalhos dos últimos anos de forma mais detalhada. Entretanto, a data para publicação não está definida. Caso tenha alguma dúvida ou curiosidade sobre o trabalho e/ou sobre o assunto, ficaremos felizes em respondê-la. Abraços, José Carlos Madalóz.
     
 

 Posts Relacionados

 
 

 DuPont Pioneer no Facebook

 
​​​​​
 

 Informações Técnicas

 
Receba informações técnicas da DuPont Pioneer. Cadastre-se
 

 Sugestões

 
Deseja enviar uma sugestão de pauta para o blog? Clique aqui e preencha o formulário
 

 Núvem de Tags